União dos Municípios do Pontal do Paranapanema

CONQUISTA DA UNIPONTAL: DELEGACIA DA RECEITA FEDERAL FICA EM PRUDENTE

O presidente da União dos Municípios do Pontal do Paranapanema (UNIPONTAL), prefeito Jorge Duran Gonçalez, recebeu a confirmação de que a Delegacia da Receita Federal fica em Presidente Prudente. Portanto, não haverá mais fechamento da unidade ou transferência para outra cidade.

“Graças ao trabalho da UNIPONTAL, da Câmara de Prudente, da sociedade organizada da cidade, OAB, UEPP, dos prefeitos e o apoio do senador Major Olímpio, do deputado federal Coronel Tadeu e do deputado estadual Ed Thomas anunciamos que a Delegacia da Receita Federal fica em Prudente”, comemorou.

Recentemente, a entidade organizou uma comitiva que foi recebida na Superintendência da Receita Federal em São Paulo em audiência agendada pelo senador Major Olímpio, oportunidade em que foi reivindicada a manutenção da unidade federal.

O superintendente Giovanni Christian Nunes Campos, recebeu a comitiva que contou com as participações do deputado federal Coronel Tadeu, deputado estadual Ed Thomas, prefeito Nelson Bugalho (Prudente), vice-presidente da Unipontal e presidente da Câmara de Prudente, vereador Demerson Dias, Miguel Duarte (Marabá Paulista) e Ermes da Silva (Paulicéia), representante da OAB, da UEPP (União das Entidades de Presidente Prudente).

“Grande conquista do Major Olimpio, deputado Coronel Tadeu, deputado Ed Thomas e sociedade organizada de Prudente, com articulação da UNIPONTAL, dos prefeitos que buscam o melhor para a região. Parabéns pelo trabalho unido e conquista significante para a população não só de Prudente como de toda a região”, destacou Duran.

O presidente da UNIPONTAL disse também que Prudente será a única cidade que não haverá mudança na Receita Federal. “O secretário nacional da Receita Federal Marcos Cintra está promovendo alteração em todas as unidades e a delegacia de Prudente não sofrerá alteração, o que demonstra a importância ainda maior do trabalho das lideranças da região com o apoio dos parlamentares”, finalizou.